Por
10 de outubro de 2015

Seja a mudança que você quer ver no mundo. Inspirado no pensamento de Mahatma Ghandi, o britânico Jody King, 30 anos, decidiu criar o “Favela Phoenix“, uma escola de inglês para os moradores da Rocinha. O projeto é uma retribuição pelo acolhimento dos moradores na favela.

Oriundo de Newcastle, cidade localizada no nordeste da Inglaterra, Jody trabalhava com construção de andaimes e música, mas o seu passatempo era a fotografia. A depressão fez com ele decidisse se mudar para o Brasil em busca de uma nova vida. “Vim morar no Rio por causa das praias, sol, fotografia de paisagem e aprender uma língua nova”, conta ele que encontrou a felicidade no Rio.

Morando no Rio há 3 anos, as favelas atraíram sua atenção. “Trabalhei no Vidigal por 1 ano e depois arrumei outro emprego como guia turístico, na Favela Adventures, oferecido por Zezinho na Rocinha”, diz ele. Morando na Rocinha, ele se deparou com um cenário perturbador: a educação pública. Para ele, as pessoas nas favelas não possuem boas condições de receber uma boa educação porque o sistema de escola pública é ruim.

Inspirado por seu amor à Rocinha e um desejo de retribuir, Jody abriu recentemente uma escola de inglês na favela. (Foto: Divulgação/Favela Phoenix)

Inspirado por seu amor à Rocinha e um desejo de retribuir, Jody abriu recentemente uma escola de inglês na favela. (Foto: Divulgação/Favela Phoenix)

A receptividade dos moradores aumentou ainda mais o desejo de Jody em retribuir o carinho com a criação de um projeto social que pudesse beneficiar os moradores. Isso daria a crianças e adultos a oportunidade de melhorar a sua educação e dar-lhes mais oportunidades de emprego, bem como opções de entretenimento. “Eu tinha o apoio de amigos e familiares na Inglaterra, que poderiam ajudar financeiramente o projeto na Rocinha. Eu queria fazer uma escola de Inglês porque eu falo inglês nativo e iria beneficiar os moradores”, conta ele.

A escola atende gratuitamente cerca de 20 moradores. A meta de Jody é atender 40 pessoas nos próximos meses com a introdução de aulas à noite. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h, com professores contratado pelo projeto.

Jody busca patrocinadores para manter e ampliar o projeto para atender mais moradores. Os interessados em voluntariar na escola deve entrar em contato pelo e-mail favelaphoenix@gmail.com

Funcionamento

Segunda a sexta-feira, de 9h às 11h
Endereço: Rua José Inácio de Assis, 13, Laboriaux
E-mail: favelaphoenix@gmail.com

Faça um comentário

Categoria: Reportagem ímpar
Tags: , , , , ,