Obra de contenção de encosta custou quase R$ 1 milhão de reais na Rocinha

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, participou nesta quinta-feira (01/11), da entrega da obra emergencial de contenção de encosta no Largo das Flores, na Estrada da Gávea, próximo à estação do Metrô de São Conrado. Em julho deste ano, o deslizamento de 90 toneladas de pedra e terra provocou o fechamento do acesso à Estrada da Gávea nesse ponto, além de causar um grande susto por ser um local de intensa movimentação de moradores e veículos.

Foto: Nilo Ventura / Prefeitura do Rio

A obra durou quatro meses e custou R$ 890 mil reais. Segundo Crivella, a obra faz parte de uma preparação para o verão. “Não são apenas contenções, estamos com equipe grande nas ruas, limpando bueiro. Aqui são 120 metros quadrados, e os tirantes (peças estruturais) são penetrados a 12 metros dentro da rocha. Não há chance nenhuma de isso cair. É uma obra com muita garantia”, disse Crivella.

Entre os serviços executados estão a implantação de 122 metros quadrados de cortina atirantada (uma das técnicas de contenção usadas na obra) e a instalação de 30 tirantes (peça estrutural), além de 200 metros quadrados de tela de alta resistência (malha de contenção) e cinco metros cúbicos de desmonte de rochas.

No início do ano, o bispo prometeu dar um banho de loja na favela. Moradores reagiram classificando a declaração como uma proposta cosmética, dando a entender que os antigos problemas do morro nunca são solucionados, como o saneamento básico. Um conjunto de obras da prefeitura na Rocinha estão sendo feitas pela empresa Tifara Construções e Consultoria. Esse é o quinto contrato sem licitação feito com a mesma empresa.

Nas redes sociais, o prefeito publicou um vídeo de um minuto onde explica o processo da obra e relembra outras obras de contenção nas localidades Dionéia e Laboriaux, no alto da Rocinha.

Faça um comentário